Márcio Ceconello

Diretor Artístico 

Mestre em Performance Musical pela Universidade Federal Minas Gerais (UFMG), graduou-se Bel. pela UFRGS sob orientação de Fredi Gerling e Hella Frank.

Aperfeiçoou-se em Viena e Estados Unidos na Universidade do Tennessee-Knoxville com mestres do violino como Peter Schuhmayer e Mark Zelmanovic. Participou de turnês com Junge Osterreichische Philharmonie, Youth Orchestra of the Americas e Jeunesses Musicales World Orchestra.

Vencedor do concurso Jovens Solistas SESI Fundarte. Foi integrante da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais e spalla da Orquestra Sinfonietta Belo Horizonte, onde também atuou como solista. Integra a Orquestra Sinfônica de P. Alegre (OSPA).

Profissional de orquestra envolvido em concertos, óperas e espetáculos cênicos. Atuou em diversas produções de óperas no Brasil e, no exterior, como residente em produção da Washington D.C. Como membro do Instituto de Artes Tristan, aprofunda estudos em filosofia, simbologia e mitologia, elaborando roteiros baseados em adaptações contemporâneas da mitologia ocidental.